AGORA SÃO 837 MOTIVOS PARA CONTINUAR! ME DÊ MAIS UM MOTIVO!

201 MOTIVOS PARA CONTINUAR ACREDITANDO:

PAGANDO PARA SERMOS FERRADOS... COMEÇA TUDO DE NOVO!

PAGANDO PARA SERMOS FERRADOS, COMEÇA TUDO DE NOVO

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

WILLIAM DA ROCINHA COM NOSSOS POLÍTICOS!






Ex-presidente da Associação de Moradores da Rocinha é preso
Ele trabalha no gabinete da vereadora Andrea Gouvêa Vieira. Delegado diz que vai intimá-la

RIO - O ex-presidente da Associação de Moradores da Rocinha William de Oliveira foi preso na manhã desta sexta-feira por agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Autos (DRFA) acusado de associação para o tráfico e venda de armas. Segundo o delegado Márcio Mendonça, ele intermediava a compra de armas para o traficante Antonio Bonfim Lopes, o Nem. Ainda de acordo com Mendonça, foram apreendidos, na casa de William, computadores e documentos que indicam a relação dele com a vereadora Andrea Gouvêa Vieira (PSDB). Ele é lotado no gabinete da vereadora com a função de assessor para assuntos da Zona Sul. Policiais da DRFA estão na Câmara dos Vereadores, onde vão entregar uma intimação para a vereadora. A polícia quer que ela preste esclarecimentos a respeito da contratação de William.

A reportagem do GLOBO entrou em contato com a vereadora, que afirmou que William é seu assessor desde 2007, mas a ligação foi interrompida por problemas de sinal, já que Andrea deixava a Região Serrana com destino ao Rio.

— Podemos afirmar que ele era conivente com o tráfico — disse o delegado, em entrevista ao telejornal “Bom Dia Brasil”, da TV Globo. Ele acrescentou que outras pessoas envolvidas no esquema vão ser presas.

Nem também está sendo investigado por essa acusação. Os agentes estão cumprindo mandados de busca e apreensão na casa do ex-chefe do tráfico da comunidade para tentar apreender documentos e computadores que comprovem mais ainda a ligação de William com Nem.

William, que já ficou nove meses preso, em 2005, acusado de associação para o tráfico, foi candidato pelo PRB ao cargo de deputado estadual nas últimas eleições, mas não conseguiu se eleger.

Eleições conturbadas para a presidência da associação

Por ordens de Nem, a eleição para a presidência da associação comunitária da Rocinha foi antecipada para o fim de outubro. Inicialmente, o pleito estava previsto para dezembro. O objetivo do traficante era que a eleição fosse realizada antes da ocupação da favela pelas forças de segurança para a implantação de uma UPP. Assim, Nem poderia deixar alguém de sua confiança à frente da associação, após a ocupação da comunidade.

Leonardo Rodrigues Lima, o Léo, foi eleito, mas em meados de novembro o jogador de futevôlei Gilbert Leal, o Cabeção, que concorreu na chapa do Movimento Muda Rocinha junto com o ex-líder comunitário William de Oliveira, deu entrada no Ministério Público num pedido de anulação do pleito. Segundo o jogador de futevôlei, a eleição teria sido marcada por irregularidades.

Cabeção negou, no entanto, que tenha havido interferência de Nem no pleito. Leonardo Lima negou que tenha recebido qualquer favorecimento por parte de Nem ou mesmo que tenha havido qualquer irregularidade na campanha.

PREFIRO NÃO FAZER COMENTÁRIOS! TIREM SUAS CONCLUSÕES!

Um comentário:

  1. Nossa.Que País é esse?
    O que será de nós?
    Estamos f... com essa gentália.

    ResponderExcluir

DESABAFOU? RIU? BRINCOU? SE COMOVEU? CHOROU? NÃO GOSTOU?
DE QUALQUER FORMA EU TENTEI! TÔ VENDO TUDO ESTÁ FAZENDO SUA PARTE! MAS SE GOSTOU OU NÃO, FAÇA SUA PARTE, COMENTANDO !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...